Categorias
crônicas

Domingo – Eu, Gilbert e Leminski

Certo.

Uma vez eu estava assistindo “Gilbert Grape: Aprendiz de sonhador”, um dos meus filmes favoritos, e em uma cena a Becky pergunta pro Gilbert “O que você quer pra você?”. Ele hesita, mas responde “Eu quero ser uma pessoa boa.”

Eu também Gilbert, eu também. Ao mesmo tempo, sinto que necessito descobrir quem eu sou, porque sei que em algum lugar do tempo/espaço, eu me perdi, e estou tentando achar o caminho de volta.

Eu tenho estado triste pelas minhas últimas atitudes aqui no mundo. É como se eu não estivesse sendo o que gostaria, e nem me esforçando para tal.

Bom, hoje eu estava a fim de ler um poema, e encontrei um do Paulo Leminski bom:

tenho andado fraco

levanto a mão
é uma mão de macaco

tenho andado só
lembrando que sou pó

tenho andado tanto
diabo querendo ser santo

tenho andado cheio
o copo pelo meio

tenho andado sem pai

yo no creo en caminos
pero que los hay
                hay

Me identifiquei com esse.

Então, somos eu, o Gilbert e o Leminski nesse domingo.

Espero que você, leitor, esteja bem nesses tempos sombrios.

Categorias
Série Querido Deus

Querido Deus #19

Querido Deus,

Me senti mal hoje. Na noite passada eu tive insônia, dormi mal, acordei com dor de cabeça.

Me desculpa Jesus. O Senhor sabe pelo quê. E é por quase todas minhas atitudes.

Ajuda o Antônio, ele está triste também.

Minha cabeça está um turbilhão. Muita coisa pra fazer, e eu continuo errando; perdi a conta já.

E orei, e orei outra vez, e tornei a orar, e continuei orando sem me importar que alguém entrasse no meu quarto e parasse para olhar, eu quis gritar Seu nome, mas tinha vergonha de fazê-lo, se é que alguma vez a tive, se é que estivesse sendo ouvida, talvez eu estivesse machucada, tudo ficara muito confuso, ideias misturadas, tremores, água das lágrimas e sal e saliva do meu corpo sujo gasto exausto orando feito louca por minha alma cansada, era tudo um sentimento só, eu continuava orando e continuava chorando sem parar, mas eu não ia mais querendo gritar, no meu quarto, eu só estava sentada na cama fazia muito tempo, depois de fazer o que não devia, tão escuro agora que eu sentia medo, nem conseguiria fazer outra coisa, outra ação, outro gesto além de continuar orando orando orando orando orando orando orando por minha alma cansada.

Categorias
Série Querido Deus

Querido Deus #15

Querido Deus,

Têm sido dias difíceis. O Antônio me acusou de não me importar com ele, sendo que ele é (ou era, sei lá) meu melhor amigo e uma das pessoas com quem eu mais me importava. Isso me magoou muito. Acho que perdi um amigo, infelizmente.

Tô me sentindo uma merd@. Parece que tá tudo errado.

Minha esperança está falhando. Me desculpe Jesus, porque acho que fui eu que me trouxe até aqui.

Minhas certezas, de que servem?

“Lave o rosto nas águas sagradas da pia/ Nada como um dia após o outro dia” – Racionais, in Jesus Chorou.

Amém.