Categorias
crônicas

Do que se trata a vida?

Cinema e Gastronomia – Julie & Julia – Sobre o efeito transformador  existencial da culinária, sobre o amor. | Quando a Cozinha é um Divã
Cena do filme “Julie & Julia”. Dirigido por Nora Ephron, 2009.

Pois é, do que se trata? Acredito que há uma resposta correta, mas ela acaba se manifestando de maneira singular pra cada indivíduo.

Se você for ler meus posts dos últimos 3 anos, vai perceber algumas coisas mais bad vibes, apesar de que nesse mesmo tempo eu venho tentando convencer a mim mesma a abandonar o pessimismo. No entanto, tem sido sem sucesso por enquanto.

Queria dar um sentido pra minha vida, alguma coisa que me incentivasse a continuar acordando todos os dias sem pensar “não acredito que vou ter que viver mais um dia”. Queria um desafio, qualquer coisa que ocupasse minha mente com algo que não fosse a faculdade. Podia ser uma coisa boba, ou algo importante, mas que me ajudasse nem processo de abandono do niilismo existencial.

Ano passado eu tentei fazer um diário-oração, em que eu contava pra Deus sobre o que eu estava sentindo naquele dia, o que havia se passado etc. Disse pra mim que ia fazer isso todos os dias por no mínimo 3 meses. Sem sucesso. Alguns desses registros foram postados aqui, na Série Querido Deus (https://aventurasdepoeta.wordpress.com/category/serie-querido-deus/).

Então, pensei em me desafiar tipo a Julie do filme “Julie & Julia”, que postava todo dia em um blog suas experiências na cozinha, realizando os pratos da Julia Child. É um bom filme, e eu queria ter a mesma sensação dela, e a mesma persistência.

Quem sabe a vida seja uma série de desafios que nos propomos a encarar e vencer.

Esse é o post de hoje. Talvez o meu desafio seja voltar amanhã e escrever algo diferente. Talvez… talvez…